segunda-feira, janeiro 22, 2007

"Apagou a luz do banheiro, caminhou até a cama, sentou-se nela e deu corda no despertador, colocando-o de novo no mesmo lugar. Deu um longo bocejo, deitou-se, cobriu-se e apagou a luz.

Antes de dormir chorou um pouco."

A noiva do catete - Sergio Porto

1 Comments:

Anonymous Domi said...

Maravilhoso, né...
Me lembra os versos de um poema do vinicius:

[i]Senão é como amar uma mulher só linda. E daí?
Uma mulher tem que ter qualquer coisa além da beleza
Qualquer coisa que sofre,Qualquer coisa que chora
Qualquer coisa que sente saudade,Um molejo de amor machucado
Uma tristeza que vem da beleza
De se saber mulher,Feita apenas para amar
Para sofrer pelo seu amor, E para ser só perdão

7:22 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home